Terça, 26 de Outubro de 2021
Esportes Paraibano Brasileiro Série D

Treze perde para o Central-PE e se complica na briga pela classificação no Grupo A3 da Série D do Brasileirão

Veja matéria

22/08/2021 às 17h17
Por: Redação
Compartilhe:
FOTO : cassiano13fc
FOTO : cassiano13fc

 

Central e Treze se enfrentaram no estádio Lacerdão, em Caruaru, na tarde deste domingo (22), pela décima segunda rodada do Grupo A3 da Série D do Campeonato Brasileiro. O Galo saiu na frente do placar bem cedo, mas tomou a virada do então lanterna, perdeu o jogo por 2 a 1, e se complicou na briga por uma vaga na próxima fase.

Sem ter mais o que buscar na competição, com a eliminação garantida, a Patativa entrou com o que tinha de melhor à disposição, mas com vários desfalques por lesão, suspensão e jogadores que não fazem parte mais do elenco.

Já no alvinegro paraibano, Wellington Fajardo promoveu duas alterações importantes, colocando, Gustavo Índio, Birungueta e Júlio Ferrari no time titular nas vagas de Wallisson Bahia, Iago Martins e do suspenso Gerônimo.

Logo no primeiro minuto de jogo a mão do treinador foi sentida no alvinegro. Júlio Ferrari chutou da direita e Birungueta, mesmo baixinho, cabeceou no meio da defesa dos donos da casa para mandar no canto direito do goleiro e abrir o placar do jogo.

Foto: Cassiano Cavalcanti

Mas não deu para comemorar por muito tempo, porque aos 6 minutos, em cobrança de escanteio de Matheus Rosas pela direita, Patrick subiu mais que a zaga trezeana e venceu o goleiro João Guilherme, deixando tudo igual no marcador.

Depois do início movimentado, as duas equipes fizeram jus às campanhas que vem fazendo, com três vitórias se somados os triunfos das duas equipes nas primeiras onze rodadas do torneio, com dificuldades no setor de meio-campo, tornando a peleja muito brigada, mas com os goleiros se tornando meros expectadores.

Somente no fim do primeiro tempo o Galo passou perto de novo, em chute de fora da área de Anderson Gindré, que acabou passando perto, por cima do travessão do arqueiro pernambucano.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, mais uma vez em jogada de bola cruzada na área, aos 6 minutos, novamente o zagueiro Patrick, que é filho de Júnior Baiano, bateu a retaguarda trezeana para virar o placar para a Patativa.

Aos 13 minutos o Galo tentou reagir também em repetição do primeiro tempo, uma vez que depois de cruzamento da direita, Birungueta se antecipou a marcação e cabeceou com perigo, por cima da meta.

O Treze seguia tentando voltar para o jogo e, aos 31 minutos, Wallisson Bahia recebeu dentro da área e bateu de direita, mas o goleiro Igor Leonardo fez uma ótima defesa e mandou a bola para escanteio.

Na sequência, após jogada pela direita, a bola ficou pererecando na pequena área, Wallisson Bahia mais uma vez tentou o gol, desviando de cabeça na pequena área, mas o arqueiro, atento, fez a defesa e, de quebra, sofreu a falta do ataque do Galo, evitando o empate.

Com a derrota, o Treze segue na quinta posição com 14 pontos, três a menos que o Atlético-CE, último time do G4 e próximo adversário do Galo, no próximo fim de semana, no Amigão. O Central-PE, por sua vez, chegou aos 11 pontos, fica na sétima colocação, e deixa a lanterna com o Caucaia-CE, quem a Patativa enfrenta no sábado (28), fora de casa.

Ficha técnica

Central-PE 2 x 1 Treze

Campeonato Brasileiro da Série D 2021
Grupo A3 – 12ª rodada
Estádio: Lacerdão (Caruaru)

Arbitragem: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ); José Romão da Silva Neto (PE) e John Andson Alves Ribeiro (PE).

Gols: Patrick (2x) (C); Birungueta (T)
Cartões amarelos: Matheus Rosas, Muller Fernandes, João Victor (C); Júlio Ferrari, Gabriel Cividini (T)

Central-PE: Igor Leonardo, Jonatan (Rafael Guedes), Patrick, Renan Costa, Michel; João Victor, Matheus Rosas (Reinaldo), Antônio, Danielzinho; Rogerinho (Victor) e Pedro Maycon (Muller Fernandes). Técnico: Nilson Corrêa.

Treze: João Guilherme, Ferrugem, Euller Viana, Gabriel Cividini, Ian Barreto; Levi (Guilherme Lobo), João Ananias (Wallisson Bahia), Birungueta (Iago Martins); Júlio Ferrari, Anderson Gindré (Evair) e Gustavo Índio (Raphael Toledo). Técnico: Wellington Fajardo.

Bastidores do Esporte.

Com VT.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias